10 abril 2010

Amanhã é dia de lotar o Caldeirão

Como os frequentadores do blog puderam perceber, após a goleada sobre o Criciuma não teve o tradicional post pós-jogo.  O motivo: a chuva. Aquela chuva no intervalo do jogo de quarta não perdoou nem quem fica no setor A. Aliado a um clima um pouco mais frio, bermuda e camiseta, só poderia resultar num resfriado enjoado que deixou este blogueiro de "molho". Eita!
Agora recuperado desse pequeno contratempo, o blog volta ao funcionamento normalmente
O jogo  no primeiro tempo foi um pouco sonolento, com uma retranca muito forte do time do sul do estado. Mas água mole em pedra dura, a sacola veio ao natural. Destaque para R.Firmino, Juninho e o artilheiro-novo xodó-matador Willian
Amanhã é dia de mais uma batalha complicadíssima. O Figueirense pega o Joinville na briga pela vaga na final do returno. Engana-se quem pensa que o JEC vem para passear em Florianópolis. Mesmo estando garantido para a grande final, o time do norte catarinense vem com força máxima e não está muito disposto de facilitar as coisas para o alvinegro. Porém, temos totais condições de vencer, e vencer bem o clássico desse domingo. Aliás, ao meu ver, o Figueirense fez a sua melhor partida deste ano contra o mesmo Joinville no Scarpelli. Deu um banho de bola. A vitória de três a zero só não foi mais gorda porque o alvinegro perdeu um caminhão de gols, sem goleiro, inclusive.
Temos que respeitar o adversário, não podemos entrar no clima de já ganhou, motivados pela ânsia de disputar mais um clássico. E a melhor forma de respeitar o adversário é partindo pra cima, encurralando o JEC na defesa e marcando gols, muitos gols.
Amanhã é dia de empurrar o time para final. A movimentação é grande e a promessa é de que haja um bom público no Scarpelli. Está programado para amanhã às 13 horas, em frente ao Koxixo's, uma carreata rumo ao Orlando Scarpelli. Aos poucos, o Figueirense está voltando a ser o Figueirense, o clube do povo. 
Amanhã é dia do caldeirão ferver. É dia de fazer festa. É dia de lotar o Scarpelli.

Observações

O Real Madri do Carianos levou um sufoco danado para passar pelo Brusque, quase que fica pelo caminho. O melhor time do mundo conseguiu uma vitória apertada pela diferença mínima de gols, jogando com um jogador a mais a segunda etapa toda praticamente.

Depoiso chororô do último clássico, o banguela cometeu penaltis claros que não foram assinalados pela arbitragem. Foi um contra o JEC, um contra o Atlético-IB, dois contra o Metropolitano e um no jogo de hoje. No mínimo, um dado curioso. Interessante é que ninguém repercute nada sobre isso na imprensa.

Ce$ar Prate$ certamente receberá aquela tradicional homenagem calorosa no jogo de amanhã. Só de pensar chego a me emocionar, assim como ele em 2008.

2 comentários:

Monique disse...

Com essa arbitragem teremos que lutar em dobro! se saírem 5 expulsões de jogadores do figueira, não devemos estranhar! É a nossa vergonha a arbitragem de SC! Ontem contra o pobre Brusque eu pude ver isso nitidamente, qualquer cai cai era motivo de falta a favor no time do mangue! Uma vergonha!

JBmartins disse...

Notaram que depois do Xororo, e da Pizza dos Havaenus no TJD, copmo o timeco do mangue foi favorecido na arbitragem, fique de olho Figueira.