29 maio 2010

Brasiliense 1 X 1 Figueirense - Mudanças já



Duas semanas complicadas, repletas de compromissos e obrigações, além de problemas com a internet (até isso pra complicar) fizeram com que o blog ficasse away nesse tempo. Até julho, amigo torcedor, poderão acontecer mais paradas forçadas como esta. Porém, sempre que possível, um post ou outro sempre surgirá aqui.

Ao meu ver, foi disparada a pior partida do Figueirense no ano. Mesmo jogando um primeiro tempo  razoável e tendo um volume de jogo maior, o time num geral foi apático. Depois de tomar o gol, o desânimo bateu de forma assustadora, os jogadores sentiram e apresentaram uma grande falta de vontade e uma postura totalmente bagunçada, taticamente falando. Não mereceu o empate. Foi impressionante, negativamente, o comportamento da equipe em campo pós-gol. Pareciam que não estavam nem aí. Uma falta de compromisso e de objetividade sem tamanho. É natural quando um time vem de uma sequência de boas exibições e cai um pouco de produção. Mas no caso do Figueirense, despencou! Será que as divergências dos bastidores estão refletindo em campo? Será que a atuação do time hoje foi uma  espécie de retalhação, um protesto por/contra alguém ou alguma coisa? Só posso imaginar que dever haver algum racha, alguma  coisa nesse sentindo, porque ninguém irá me convencer que um time esquece de jogar futebol do dia pra noite. É bem verdade que o time precisa de  reforços, que existam algumas lacunas a serem preechidas, mas o futebol apresentado hoje foi de longe a metade do que vimos durante o segundo turno do estadual. O time do Distrito Federal é muito fraco e o empate foi um mal negócio, ainda mais por ficar um pouco mais longe do G-4. O que realmente está acontecendo com o Figueirense, seja fora ou dentro de campo?

Não deixando por menos, Márcio Goiano foi extremamente infeliz em tudo o que fez na tarde de hoje. Aliás, complicou o que ele mesmo havia descomplicado. No início, começou a inventar, colcondo Fernandes no ataque. E essa é uma insistência  irritante, que já ficou provada que não irá vingar. Fernandes é na meia. Outra inistência é com Maicon e João Paulo. Maicon mesmo fazendo um campeonato catarinense razoável, já provou que não serve: não marca, não apoia com qualidade, só toca de lado, dá sempre um toque a mais na bola, e é extremamente sonolento. João Paulo é esforçado, mais não tem futebol para ser titular. A gota d'água foi quando Goiano deixou Maicon e sacou Fernandes para por Coutinho! Eu juro que não entendi o que Goiano quis fazer com aquilo ali. Ele simplismente tirou o bom passe que restava ao time e permaneceu com um jogador que visivelmente se arrastava em campo. A cobertura da defesa foi totalmente equivocada. Os defensores viviam desprotegidos e o perigo de ataque era constante. Ainda bem que o "amigo "do Asprila continua com seu futebol medíocre de sempre.

Como disse anteriormente, Márcio Goiano necessita de reforços para deixar esse time competitivo. Mas quando as coisas não vem dando certo, é preciso mexer em alguma coisa. Se o time não vem produzindo o esperado, mesmo com todas as limitações das peças de reposição, é preciso se virar com o que tem. Tem jogador que  veio e ainda não recebeu oportunidade sequer de ficar no banco de reservas. Por quê não testar Formigoni, Carmona e Jorge Felipe no time principal? Birra do treinador com a diretoria porque não atende seus pedidos de contratações? Pode até ser. Contudo, deve-se ter em mente, seja lá quem for, que a prioridade sempre será o bem do Figueirense, egos inflamados e vaidades deixadas sempre de lado.

Mudanças. E pra ontem. Se as coisas continuarem assim, não chegaremos a lugar nenhum. Serve tanto para Goiano quanto para a diretoria. É preciso dar o famoso murro da mesa, cobrar e exigir resultados. É preciso contratar é reforçar o elenco. É preciso parar de inventar e fazer o simples. É preciso reagir agora, enquanto há tempo.

Reage Figueirense!

2 comentários:

JBmartins disse...

O time do Figueirense conseguiu mais uma vez deixar seus torcedor nervoso e muito preocupado com o futuro do "furacão". Time ruim, sem tática, sem jogadas ensaiadas, com jogadores preguiçosos, que nem raça eles mostram, com exceção de Wilson e João Felipe, um time que alisa muito a bola, sem objetivo de ir para o gol. Olha, fica difícil de aguentar esse tipe de situação. Assistindo a partida, eu me perguntava: O Goiano, vive pedindo jogadores experientes, e por que não coloca Bilú e Jeovânio para jogar?

Anônimo disse...

Tenho certeza de que algo muito estranho esta rondando o figueira, e esse algo esta acabando com o time. Concordo totalmente que é IMPOSSÍVEL um time deixar de jogar da noite pro dia! Ou mudam o que está de errado já, ou vamos pagar um preço muito caro! De nada adianta fazer uma linda campanha: Sobe Furacão e não fazer NADA pra que isso se realize!
Hoje foi a gota d'água, o pior jogo que eu assisti do nosso figueira!