15 agosto 2009

Yes! Nós temos Fernan10!


O Figueirense voltou a fazer as pazes com a vitória. O Furacão, escalado sem invenções, fez um primeiro tempo tranquilo, marcando bem, partindo pra cima do advérsário, tocando e colocando a bola no chão, tudo como manda o figurino. E os gols começaram a aparecer ao natural. O Duque de Caxias, quando chegava, não oferecia perigo a Wilson. Em uma tarde inspirada do craque Fernandes, o Figueira terminou a etapa inicial vencendo por 2x0. Quando reiniciou o jogo, a impressão é que o placar seria o mesmo daquelas peladas de criança, aquelas que tinham o time de fora: 2 vira, 4 ganha. Isso aconteceria se o Alvinegro não perdesse uma infinidade de oportunidades claras. Sendo muito criterioso, no mínimo, foram desperdiçadas 2 chances com totais possibilidades de marcar. Vou continuar batendo nesta tecla: O maior adversário do Figueirense vem sendo o próprio Figueirense. É verdade que hoje a equipe não tinha 3 jogadores importantíssimos. Mas um time não pode cometer tantos vacilos que quase custaram caro. A marcação relaxou, a ligação direta defesa-ataque por chutões voltou e oportunidades não concluidas. Um prato cheio para a reação do Duque, que encostou por duas vezes no placar. Porém, a situação não se complicou graças a Maicon Talhetti que deixou o seu em sua estréia no campeonato. Enfim, o mais importante é que 3 pontos vieram, o Figueirense segue vivo na briga pelo acesso, 1 ponto é o que separa do 4º colocado.

Avaliação dos jogadores

Wilson: Pouco exigido. Quando era solicitado, deu conta do recado. Nota 8

João Filipe: Um pouco estabanado hoje, mas cumpriu o seu papel. Nota 7
Toninho: Manteve a boa regularidade. Nota 7.5
Roger Carvalho: Não comprometeu. Nota 7
Lucas: Perdeu 2 gols. Mesmo assim não ofuscou sua bela atuação. Um dos melhores no jogo. Nota 9
Carlinhos: Muito bem na marcação. Nota 7.5
Jeovânio: Aos poucos o pitbull vai pegando ritmo de jogo. Nota 7
Fernandes: Quem foi rei nunca perde a majestade. Anotou 2 pra sua conta. Jogou muito. Melhor em campo. Nota 10
Egídio: Fez uma boa partida. O problema é que prende muito a bola. Solta a bola Egídio! Nota 8
Douglas: Voluntarioso e brigador. Discreto. Poderia ter rendido mais. Nota 6
Paulo Sérgio: Perdeu um caminhão de gols. Muito cheio de firulas sem objetividade. Nota 5
Paulinho: Entrou e não comprometeu, assim como Roger Carvalho. Nota 7
Talhetti: Na sua estréia, o garoto deixou seu golzinho. Nota 7
Alê: Hoje marcou bem. Parabéns pelo aniversário. Nota 7
Roberto Fernandes: Não inventou e o resultado apareceu. HOJE, fez o certo. Não foi convincente ainda. Nota 7

Sexta-feira, dia 21 às 21hrs, a torcida tem um compromisso importante: Lotar o Orlando Scarpelli para empurrar de volta o mais vezes campeão catarinense para o G4.

Força Figueira! Pra cima deles!

2 comentários:

jbmartins disse...

Não vamos nos iludir, Não é pessimismo, mais acho que o R Fernandes não é o Tecnico, acho que com ele não chegaremos ao objetivo, o segundo tempo mostrou como ele é fraco, tomamos um sufoco, faltou tudo no time, se tem mais 10 minutos de jogo empatariam, imaginem se é com um time arrumado, Guarani, Ponte Preta, Vasco, Portuguesa, Atl GO, e outros, nos confrontos com estes times ja ficamos fora do G4. se a Diretoria tem planejado, a elite de 2010, mude de Tecnico.

jbmartins disse...

Este time do Figueira esta muito facil de achar a maneira de jogar, 3 5 2 ou depedento o adversario 3 6 1, ate o amaro da Palhoça com mais 1 ou 2 reforços leva este time a seria A, mais com este tecnico não subiremos ele é maluco, alguem ja contou quantos jogos ele inventou e prejudicou diretamenta a tabela, Ceara, Juventude, Campinense, America em casa, Bragantino, e outras que durante o jogo não soube mexer, Atl GO e etc... é mutio pontos para o Maluco, só, não vamos nos iludir, so ele entrar em TPM, estamos ferrados de novo, SO ALVINEGRO SE ELE FICAR TORÇO MUITO PARA QUE ELE QUEIME MINHA LINGUA E EU VA LA NO SCARPELLI APLAUDI-LO, MAS DEPOIS DO ACESSO CONSEGUIDO E COM A FRUSTAÇÃO DE NÃO TER SIDO CAMPEÃO.